Nusta Karpay

NUSTA KARPAY
AS 7 INICIAÇÕES DAS DEUSAS DAS MONTANHAS DO PERU com Helena Pereira

7 de abril: 10:00 às 16:00
8 de abril – 10.00 às 19:00
Atelier Ser Criativo – Funchal

Inscrições e +info: munayki.pt@gmail.com
Data limite de inscrição: 25 de março

Lugares limitados a 10 participantes
Energia de troca: 160 nustas

Inclui: 7 iniciações Nusta Karpay, pedra de linhagem, manual em papel, certificado, técnicas de trabalho e de meditação com a “Nusta Misha” (mesa xamânica construída durante as iniciações).

Material necessário por participante:
– 7 pedras: cristais, seixos ou pedras Chumpi (se forem cristais- 1 vermelho ou preto, 1 laranja, 1 amarelo, 1 rosa ou verde, 1 azul, 1 indigo, 1 branco ou violeta);
– um pano de tecido grosso com as dimensões aproximadas de 60 x 40 cm;
– fita de tecido com 1,2 m;
– 3 velas com aproximadamente 5 cm de diâmetro por 10 cm de altura (1 vermelha, 1 branca e 1 amarela);
– 1 objeto que represente a visão e que caiba na mão fechada (águia, condor, coruja…);
– 2 rosas brancas;
– 1 rosa vermelha;
– bloco de notas;
– roupa confortável, água.

***
Bem-vindo à jornada de plenitude e unidade que te reconeta ao teu coração e à nossa grande Mãe Terra, Pachamama.
É com muita alegria e gratidão que trago esta energia do Perú para Portugal, para que seja semeada e cresça nos corações dos homens e das mulheres, para que floresça no Caminho de Consciência de cada um.

Em essência, nós, humanos, somos os cuidadores da terra e é nosso direito e responsabilidade voltar a ressoar de forma harmoniosa com Pachamama e com as suas forças primordiais.

No alto da cordilheira dos Andes, a beleza das cerimónias antigas e a sabedoria incorporada na língua viva e ancestral do ritual mantêm um plano para criar uma vida vibrante, centrada no coração, dentro de um universo vivo.
A intenção do Nusta Karpay é suavizar o coração de homens e mulheres, bem como ajudar a capacitar as mulheres. As sete iniciações são sementes de luz e pontos de transmissão energéticos que equilibram as energias femininas e masculinas.
Nos últimos tempos, os sinais dos Apus e as profecias ancestrais, transmitidas dentro da linhagem de curandeiros-místicos, convergiram para uma mensagem: é hora de partilhar cerimónias e ensinamentos.

O Nusta Karpay foi nos concedido pelas mulheres e homens do Perú, via Don Mariano Quispe, em 2010. Desde então tem sido partilhado no Perú e pelo mundo. Os homens de Medicina Q’ero entenderam que o caminho mais seguro para trazer harmonia e equilíbrio de volta para nossa Mãe Terra e para nos relacionarmos com a Pachamama e o sagrado feminino foi divulgando estes ritos antigos para que desse modo se reintroduzisse e Elevasse o Divino Feminino ao seu lugar legítimo.

A nossa sobrevivência como filhos humanos de Pachamama depende da restauração da reciprocidade sagrada ~ Ayni ~ e de um equilíbrio vivo das forças da vida – Kawsay – no nosso mundo.

O Nusta Karpay compreende 7 maravilhosas iniciações, genuínas e muito especiais. As Nustas são as sete deusas andinas da tradição xamânica, energias conectadas às montanhas (Apus) e às águas das terras altas do Peru e da Bolívia.
Neste tempo -Taripay Pacha- é muito importante abraçar todas as partes de nós mesmos, tanto a energia masculina, como feminina. Cada um de nós tem ambos os lados. As energias femininas foram suprimidas há séculos na sociedade ocidental e oriental e em muitas outras culturas. Isso criou um grande desequilíbrio na vida e nos relacionamentos das pessoas. O Divino Feminino está exigindo ser reconhecido mais uma vez e os Paqos Andinos sabem o quão crucial isso é para a sobrevivência da vida neste planeta. O equilíbrio precisa ser restaurado em todos os níveis. Precisamos devolvê-lo à Mãe Natureza (Pachamama).
As práticas simples, mas imensamente poderosas dos Andes transcendem as diferenças culturais com o mundo ocidental. A imensa sabedoria que foi preservada e mantida viva nas aldeias remotas das altas montanhas dos Andes pelos filhos do Sol, os descendentes dos Incas, oferecem a possibilidade de transformar o nosso relacionamento connosco mesmos, uns com os outros e com o mundo moderno em que vivemos.
Esta sabedoria andina é compartilhada na forma de Karpay: ritos, cerimónias e iniciações, palavras que se traduzem em presentes dos reinos invisíveis se estivermos dispostos a receber.
Estas iniciações estão abertas tanto a homens como a mulheres, sem que apresente qualquer requisito para as receber.
Esses ensinamentos e transmissões oferecem a cada participante a possibilidade de uma profunda conexão com as poderosas energias femininas conhecidas nos Andes como as Nustas.
Nusta Karpay são assim transmissões de sete energias específicas da Terra feminina andina. Esses arquétipos andinos conectam-nos às energias espirituais sagradas, universalmente portadoras de despertar e capacidade. A energia mágica de cada Nusta conecta-se a um chakra correspondente do sistema energético do corpo, informando, capacitando, equilibrando e suavizando.

As 7 Iniciações das Deusas Andinas:

-Mama Ocllo é a primeira energia da Terra. É a Nusta conetada ao primeiro chakra. Associada ao Lago Titicaca, ela é a energia da Deusa da Terra, aterrando na raiz. Ilumina a base e abre os portais para os restantes seis chakras.
-Doña Mujia é o “espírito da água”, a deusa sereia do segundo chakra, reconhecendo a energia sexual. O espírito da água atravessa Doña Mujia e os arquétipos da água em todo o mundo.
-Mama Simone representa a magia da energia terrestre no terceiro chakra.
-Doña Teresa traz bençãos de amor e perdão através do coração ou quarto chakra.
-Maria Sakapana através do quinto chakra celebra e anima a garganta, a comunicação e a expressão através da respiração, cânticos e choros.
-Huana Huaman Tikkla é a vidente que estimula o terceiro olho e a intuição no sexto chakra.
-Tomasa Huaman Tikkla, a irmã de Huana, liberta a energia através do chakra da coroa, conectando-se com a divindade sagrada no sétimo centro.

Estas iniciações chamam-nos para que as recebamos, de modo a sermos capazes de irradiar o equilíbrio e a luz da criação no mundo.
Os Nustas são presentes divinos. Oferecem a oportunidade de crescimento, cura e libertação de formas que já não nos servem a este tempo em que emerge uma Nova Consciência.
Com a orientação deste ritual ancestral, a conexão com os seres arquetípicos permite a alegria da auto-aceitação e a liberdade de expressão externa com o alinhamento da Mãe Terra e o infinito do Cosmos que ilumina a conexão com toda a energia viva.

Munay Sonqo
Helena Pereira
© Munay-ki Portugal (Direitos de autor reservados)


×

Pedido de Informação

A Arte de Crescer e Transformar